Postagem Anterior:   Próxima Postagem:

ROTEIRO PARA UMA INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO

vivalcobacaorg

DIRETRIZES E PRINCÍPIOS

O acidente constitui um evento particular que inicia um ciclo indesejado em segurança no trabalho: acaba momentaneamente o bem estar da prevenção e uma sensação de derrota envolve a equipe do SESMT. Chegou a hora de zerar a estatistica de acidentes e começar a pensar o que foi esquecido ou negligenciado para que o evento ocorresse. Como em todos os eventos em que há uma perda, de certa maneira todos se perguntam o que poderia ter feito pessoalmente para ter evitado a situação que muitas vezes incapacita temporária ou definitivamente um companheiro.

Inúmeros manuais e livros falam sobre o acidente. Você já deve ter lido diversos Relatórios e Recomendações. O artigo abaixo é bastante abrangente, pois introduz muito mais questões do que respostas, em relação ao acidente de trabalho.  As diversas seções dos textos nos ajudam a fazer uma reflexão sobre a prevenção no dia a dia e nos levam às perguntas essenciais que todos tentamos evitar.

Tradução livre de uma publicação do Canadian Centre for Occupational Health & Safety

1. que é um acidente e porque deve ser investigado?
2. Quem deve investigar o acidente?
3. O supervisor imediato do setor onde ocorreu o acidente deve fazer parte da investigação? Porque?
4. Quais as etapas envolvidas na investigação de um acidente?
5. O que deve ser verificado como a causa de um acidente?
6. Como os fatos devem ser coletados?
7. O que eu devo saber quando realizar as análises e conclusões
8. Como as recomendações devem ser feitas
9. O que deve ser feito quando a investigação revela erro humano
10. Como devem ser compartilhadas as informações da investigação

DEFINIÇÕES

O termo incidente refere-se a um evento imprevisível que não causa lesão ou dano naquele momento mas tinha o potencial da causá-lo. O acidente pode ser definido como um evento não planejado que interrompe o cumprimento de uma atividade e pode ou não incluir lesão ou dano patrimonial. Razões para investigar um acidente de trabalho:
a. encontrar a causa do acidente e prevenir acidentes similares no futuro
b. para cumprir determinação legal
c. para determinar o custo do acidente
d. para determinar o nível de conformidade legal da empresa com as NRs
e. para processar reclamações trabalhistas

mineraaaoINVESTIGAÇÃO

Quando um acidente é investigado a ênfase deve se concentrar em achar a causa primária (raiz). Quando a causa primária é determinada, geralmente encontram-se diversos eventos que eram previsíveis e poderiam ter sido prevenidos se as ações corretas tivessem sido adotadas. O objetivo principal é encontrar fatos que levaram a precipitar o acidente e não culpa. Sempre pesquisar as causas mais profundas. Não adianta simplesmente registrar as etapas que levaram ao evento.

De forma ideal, a investigação deve ser conduzida por alguem experiente em causas de acidentes, em técnicas de investigação e totalmente inteirado dos processos de trabalho, procedimentos, pessoas e o ambiente das relações industriais naquela situação particular. Em alguns países existem regulamentos que exigem uma investigação conjunta, entre os representantes da gerencia e dos trabalhadores da empresa. No Brasil, é o caso da NR-5 (CIPA):

5.27 Reuniões extraordinárias deverão ser realizadas quando: 205.064-1 / I3
a) houver denúncia de situação de risco grave e iminente que determine aplicação de medidas corretivas de emergência;
b) ocorrer acidente do trabalho grave ou fatal;
c) houver solicitação expressa de uma das representações.

Na maioria dos casos, o supervisor deve ajudar na investigação do evento. Outros membros de uma equpe de investigação de acidente, pode incluir:
a. trabalhadores com conhecimento do trabalho
b. Tecnico de Segurança
c. CIPA
d. Representante sindical
e. Empregados com experiencia em investigação
f. Perito externo
g. Representante do governo (Auditor Fiscal)

A vantagem do Supervisor na investigação é que ele provavelmente é o mais inteirado do trabalho e das pessoas envolvidas nessas condições. Posteriormente, o supervisor pode tomar ações corretivas. A desvantagem é que o supervisor pode tentar encobrir as deficiências do pessoal subordinado. Essa situação pode não ocorrer se o acidente é investigado por uma equipe e se o representante dos trabalhadores e os membros revisarem a fundo o relatório da investigação do acidente.

PORQUE OLHAR PARA A RAIZ DO PROBLEMA?

Um investigador que acredita que o acidente é causado por condições inseguras irá provavelmente tentar descobrir as causas e condições. Por outro lado, aquele que acredita que o acidente é causado por atos inseguros, irá tentar encontrar erros humanos no evento. Entretanto, é necessário examinar fatores subjacentes em uma cadeia de eventos que acaba no acidente. Mesmo no mais simples acidente, raramente, se não sempre, não há somente uma simples causa. Por exemplo, se uma investigação que conclue que um acidente foi devido a um ato inseguro e não vai adiante, falhará em buscar respostas para algumas importantes perguntas:

a. o trabalhador estava distraído? Em caso positivo, porque?
b. Os procedimentos de segurança foram adotados? Se não, porque não?
c. Os equipamentos de segurança estavam em ordem? Se não, porque?
d. O trabalhado recebeu treinamento? Se não, porque?

Uma investigação que responde essas e outras questões relacionadas provavelmente irá revelar as condições mais propícias de correção do que uma tentativa de prevenir “ato inseguro”.

j04325992ETAPAS ENVOLVIDAS NA INVESTIGAÇÃO DE UM ACIDENTE

a. informar o acidente a uma pessoa designada dentro da organização
b. providenciar primeiros socorros e assistencia médica a pessoas acidentadas e prevenir futras lesões
c. investigar
d. identificar as causas
e. elaborar um Relatório
f. desenvolver um plano para ações corretivas
g. implementar este plano
h. avaliar a efetividade das ações corretivas;
i. desenvolver mudanças para contínuas melhorias;

Um intervalo de tempo deve ser empregado entre o momento do acidente e o início da investigação. Dessa forma, será possível observar as condições exatamente como elas estavam ao tempo do acidente, prevenir a perda de evidencias e indícios e identificar as testemunhas. Algumas ferramentas podem ser necessárias para a equipe de investigação, incluindo cameras e gravadores, para não se permitir perda de tempo.

MODELOS DE CAUSAS DE ACIDENTES

Vários modelos de causas de acidente tem sido propostos, desde a teoria do domino até a Arvore de Causas.
Essas causas podem ser agupadas em cinco categorias: tarefa, material ambiente, pessoal e gestão.

acidente2TAREFA
a. foi utilizado procedimentos de segurança?
b. Houve mudanças nas condições que pudessem tornar os procedimentos inseguros?
c. As ferramentas e materiais apropriadas estavam disponíveis?
d. Os equipamentos de segurança estavam funcionando de forma apropriada?
e. Os empregados foram obrigados a trabalhar de forma insegura?
f. Para a maioria das questões, acrescente: se não, porque?”

imgterracombr2MATERIAL
a. algum equipamento falhou?
b. O que causou a falha?
c. Os equipamentos tem um design ergonomico?
d. Haviam substancias perigosas envolvidas?
e. Havia uma substancia menos perigosa disponível?
f. A matéria-prima estava fora dos padrões?
g. Os EPI estavam sendo utilizados?
h. O uso dos EPIS foi precedido de treinamento?
Para todas as perguntas, “se não, porque?”

AMBIENTE DO TRABALHO
quais as condições do ambiente: ruido, calor, frio, iluminação, gases, poeiras fumos?

PESSOAL
a. os trabalhadores eram experientes no trabalho?
b. Eles estavam adequadamente treinados?
c. Eles podiam fisicamente fazer o trabalho?
d. Qual a situação de saúde deles?
e. Eles estariam apresentando fadiga?
f. Eles estariam submetidos a stress (do trabalho ou pessoal?)

GESTÃO
a. as normas de segurança foram comunidadas e entendidas por todos os trabalhadores?
b. Haviam procedimentos por escrito?
c. Havia adequada supervisão?
d. Os trabalhadores haviam sido treinados?
e. Os riscos haviam sido previamente identificados?
f. Os equipamentos estavam em regular estado de manutenção?
g. Haviam inspeções de segurança regulares?

COLETA DE DADOS
As etapas de uma investigação de acidentes são simples: os investigadores reúnem e analisam informações, desenham conclusões e fazem recomendações. Embora esses procedimentos sejam objetivos, cada etapa pode ser as suas falhas. É necessário uma mente aberta: noções preconceituosas pode resultar em algumas direções erradas quando se deixa alguns fatos relevantes encobertos. Todas as possiveis causas devem ser consideradas. Elaborar idéias e anotações enquanto ocorrem é uma boa prática mas conclusões não devem ser tomadas antes que todas as informações tenham sido colhidas. As tarefas imediatas mais importantes – operações de resgate, tratamento médico das lesões e prevenção de lesões subsequentes – tem prioridade e não devem sofrer interferências com essas atividades. Quando essas situações estiveram sob controle, os investigadores então começam seus trabalhos.

EVIDENCIAS

Antes de tentar reunir informações, o local deve ser examinado por uma rápida inspeção geral e identificação de todas as testemunhas. Em alguns paises, um local de acidente não pode ser perturbado sem uma aprovação posterior de autoridades oficiais. As evidencias físicas (indícios e vestígios) são as informações disponíveis menos controversas. Estas evidencias são tambem sujeitas a uma rápida mudança ou desaparecimento; entretanto, deve ser a primeira a ser registrada, além de:

a. posição dos trabalhadores acidentados
b. equipamentos que estavam sendo utilizadas
c. materiais ou produtos químicos em uso
d. dispositivos de segurança
e. posição de contenções
f. posição de controles das máquinas
g. defeitos nos equipamentos
h. limpeza e higiene da área
i. condições ambientais, incluindo o horário em que ocorreu

O local deve ser fotografado antes de qualquer coisa ser movida, ambas a área em geral e os itens específicos. Um estudo posterior cuidadoso desses materiais pode revelar condições ou observações que possam ter sido omitidos. Desenhos da cena do acidente baseados em medidas podem tambem ajudar em análises subsequentes e poder auxiliar em relatórios escritos. Equipamentos danificados, carcaças e amostras de material envolvidos podem ser removidos para análises posteriores por peritos. Mesmo tendo sido realizadas fotos, devem ser preparadas anotações no local do acidente.

NR-05
TITULO COMISSÃO INTERNA DE
PREVENÇÃO DE ACIDENTES – CIPA
(107.000-2)
RESUMO Estabelece parâmetros para o dimensionamento
de equipe dos empregados corresponsável pela gestão
dos riscos nos ambientes de trabalho
IMPOSIÇÕES Eleição e escolha de representantes dos empregados e do empregador; registro na DRT; Relatórios de Reuniões regulares; elaboração do Mapa de Riscos, colaborar na elaboração dos Programas (PCMSO, PPRA), promover Campanhas (SIPAT)
INFRAÇÕES Até 6.000 UFIR
(calculadas para empresas de médio porte – 50/100 trabalhadores)

Na próximo post (continuação): testemunhas, entrevistas, o que fazer e o que não fazer

Samuel Gueiros, Med Trab

acesse o site www.nrfacil.com.br e acesse todas as NRs. Experimente o software NRFACIL (download) e tenha todas as Nrs no seu computador, atualizadas de forma automática (a exemplo de programas antivirus); leia os textos em um lay out digital, exclusivo.

Participe!
Seus comentários poderão ser importantes para outros participantes interessados no mesmo tema. Todos os comentários serão bem-vindos, mas reservamo-nos o direito de excluir eventuais mensagens com linguagem inadequada ou ofensiva, bem como conteúdo meramente comercial. 66 comentários

66 comentários

  1. marcos out 23rd 2009

    que bom que tive a oportunidade de visitar esta pagina , estou concluindo o curso tecnico em segurança e os assuntos abordados são importante para o meu aprendizado , a pagina é exelente parabéns

  2. bialli nov 12th 2009

    Gostaria de saber se existe alguma novidade em treinamento ou palestra para motoristas e cobradores de transporte coletivo.

  3. Que site interessante!
    parabéns pela ideia q vcs tiveram de “digitalizar” todos os recursos que os técnicos em segurança precisam para desenvolver um bom trabalho! Isso vai ajudar muito principalmente na rapidez da solução de problemas ou dúvidas!

  4. Nilton Cardoso mar 24th 2010

    Gostei muito da forma como o tema foi abordado. Uma pena a legislação ser tão omissa quanto aos processos de investigação e análise de acidentes no trabalho. Parabéns!

  5. Parabens pela materia. Simples, objetiva e consistente.
    Permite uma aplicação direta nas investigações de acidentes no dia a dia.

  6. analísia set 2nd 2010

    é muito bom saber que a enternete tras coisas boas também…
    estou querendo fazer tecnico de seguraça do trabalho e essa pagina é muito importate p/ aprendizado…
    parabéns

  7. Ludwig fev 17th 2011

    Bom Dia, sou TST em uma empresa e trabalho na parte documental, estatísticas de obras, elaboração de treinamentos, etc. Sou recem formado, e em uma obra a pouco tempo aconteceram doias pequenos acidentes, estou incubido de participar da investigação dos mesmo e afirmo que estamatéria sanou-me algumas dúvidas, parabens, estarei sempre por aqui.

  8. .. Muito interesante estamateri, me ajudou muito

  9. Lauro Silveira mar 2nd 2011

    Parabéns.
    Estes assuntos realmente exigem grande entendimento e sendo exposto assim nos ajuda a recorda, aprender, aprimorar em sentido de prevenção.
    Grato.

  10. Everton Luiz mar 17th 2011

    muito boa essa materia, estão de Parabéns!!

  11. Luciana mar 19th 2011

    Ainda curso TST e esta página me ajudou a tirar mts dúvidas… Que bagunça fizeram com aqueles containers!!!

  12. fabiano vargas mar 22nd 2011

    Sou tst formado e gostaria de saber se este software é totalmente gratuito e se eu posso instalar no meu computador particular,fico no aguardo.

  13. Olá, Fabiano,

    Acesse o site http://www.nrfacil.com.br e conheça as NRs digitais de forma gratuita. Há um custo anual (assinatura) ou mensal para ter acesso ao software, que foi desenvolvido por profissionais qualificados. Faça um download gratuito do software e experimente. Você vai acabar achando que vale a pena ter uma assinatura das nrs digitais – as nrs inteligentes.

  14. walber lopes mar 26th 2011

    sofri um acidente de trabalho a onde o local ja era inseguro na construção da uhe santo antonio no rio madeira onde a perfuratriz roc d7 esmagou a minha perna esquerda

  15. Olá, Fabiano, o download é gratuito e vc pode fazer uma experiência de 15 dias para verificar a funcionalidade e operacionalidade do software. Como o desenvolvimento do sistema e a manutenção (atualização on line), exigem profissionais capacitados, há um custo operacional para mantermos essa funcionalidade única. Assim, o valor da assinatura anual, custa 100,00 mas vc pode fazer uma assinatura mensal de 9,90. Confira, pois vale a pensa ter o NRFACIL no seu computador para uma consulta confiável. Além disso, o site mostra o acesso digital de todas as NRs, um sistema em o que acesso seletivo projeta na tela apenas o assunto que vc quiser das NRs.

  16. Luis Alves abr 23rd 2011

    Muito bom o assunto pois estar esclarecendo e tirando duvidas sobre este infortunio que é o acidente do trabalho e que tem tirado a vida de muitos trabalhadores em todo o mundo.
    Parabéns e Sucesso.

  17. fernando razera abr 26th 2011

    resposta a Ludwig

    para investigar acidente é fundamental que realize um treinamento especifico em acidente de trabalho , tbém sou tst , e realizo esse tipo de trabalho.

  18. Mainard abr 29th 2011

    Olá eu estou fazendo o curso técnico em segurança do trabalho e tenho um trabalho de investigação de acidente pra fazer que tópicos eu devo dar mais importancia?

  19. Rozinete jun 1st 2011

    Estava procurando uma resposta para uma dúvida e me deparei com este blog… ótimo !!!! espero que cresça,afinal quanto mais informações veridicas tivermos referente a área de segurança, melhor.

  20. A NR FACÍL, é ótimo para nossa leitura habitual, visito o site com frequencia, também sou professor do curso Téc. Seg. Trabalho, indiquei para meus aulos, fazer a assinatura, pois eles tem que esta sempre atualizados, assim como todos nós Téc.Seg. Trabalho. – parabens.

  21. Hozana Pereira jul 4th 2011

    Sou técnica em seg.do trabalho e adorei este site,pois ajuda a esclarecer muitas dúvidas no nosso dia a dia,achei maravilhoso.

    Grata.

  22. Edmara F. de souza jul 4th 2011

    Parabéns esse assunto foii muito bem abordado, com riqueza em detalhes Me ajudor muito :D

  23. o assunto é muinto importante obrigado pelas dicas estou fazendo um procedimento de investigação de acidente valeu.

  24. claudia andrade ago 26th 2011

    adorei a matéria acabei o curso agora de segurança do trabalho e em sala de aula não da para aprender tudo ,,,é de extrema importancia estas imformações para nos auxiliar no estágio…

  25. adonizete set 9th 2011

    gostei do conteudo desta pagina e muito proveitosa obrigado

  26. carolina maia set 28th 2011

    Adorei esse artigo,muito bem explicado e de facil entedimento por todos.

    Abraços!!!

  27. Laudecy out 15th 2011

    sou uma TSTe gostaria de saber qm faz a investigação de acidente do trabalho.

  28. SENAIRA out 28th 2011

    Estou cursando TST e para realizar uma prova busquei mais informação e achei esse blog.Foi de muita clareza as informações que encontrei.Muito bom,estarei sempre aqui.

  29. Prezada Sr(a) Laudecy

    Boa tarde

    A questão de investigação do acidente de trabalho, o Técnico de segurança é o responsável pela apuração dos fatos (Investigação) que levaram ao sinistro, para que seja tomadas as devidas medidas e que outro acidente da mesma natureza não ocorra.

    Agora em caso de acidente fatal, a empresa deve comunicar a autoridade policial para que se apure as circunstâncias do acidentes, e o técnico deve acompanhar toda a apuração dos fatos elucidativos do acidente, para tomar as medidas cabíveis de prevenção.

  30. Muito boa esta postagem! Estava mesmo precisando saber mais sobre isso!
    O Site está de parabéns o trabalho aqui é muito bem feito.

  31. Gilcileide nov 25th 2011

    Muito bom! Este artigo é Maravilhoso tirou todas as minhas duvidas.Parabéns!

  32. ARNALDO nov 30th 2011

    gostei! tirou realmente minha duvida ..

  33. Elza medradi mar 9th 2012

    Sou aluna do curso TST estou no Terceiro Modulo.Gostei da NR fácil vou fazer a assinatura. eu acho que vai me ajudar muito. obrigada! boa tarde

  34. Luciana mar 11th 2012

    ola. que site ótimo..sou estudante do II módulo de TST e estou procurando um relatorio para informar causas e melhorias de variso acontecimentos em uma empresa…podem me ajudar…..obrigada.

  35. Erenildo Melo mar 18th 2012

    Realmente esclarecedor e de fácil entendimento obrigado.

  36. roberta mar 22nd 2012

    Esse site é de perfeito conhecimento

  37. Olá Luciana,
    não trabalhamos com Consultoria e sim com a venda de um Software, trabalho esse que funciona concomitante com divulgação de artigos referentes a área, entre outros.
    Mas o que você quer não tem grandes dificuldades. Elabore um relatório, dentro dos parâmetros da ABNT e nele insira sua análise de risco, isto é, quais os riscos ambientais identificados, por setor (tipo, agente, fonte geradora e danos a saúde) e em seguida faça sugestões técnicas, baseadas nas NRs pertinentes ao tipo de atividade analisada, como forma de melhoria.
    Boa sorte!
    Ana Gabriela Fernandes
    (Coordenação Técnica – NRFACIL)

  38. Com certeza Elza,
    Se precisar de ajuda, pode entrar em contato: atendimento@nrfacil.com.br
    Um abraço,
    Ana Gabriela Fernandes
    (Coordenação Técnica – NRFACIL – http://www.nrfacil.com.br)

  39. Obrigada Roberta pelo seu elogio.
    Atenciosamente,
    Ana Gabriela F. Oliveira (Coordenação Geral – NRFACIL)

  40. Que bom Erenildo que vc gostou! Esperamos continuar superando as expectativas dos nosso clientes.
    Atenciosamente,
    Equipe NRFACIL

  41. monica mai 4th 2012

    desejo saber como é que produz um laudo de acidente de trabalho

  42. monique mai 6th 2012

    Esta de parabéns!
    Pois estou terminando o curso de tst, e complimentou os meus conhecemento lendo esta pagina.
    Obrigada pela oportunidade de ler coisas cultas como esta pois nosso pais precisa é disto.

    Monique.

  43. OMAR JONATHAN mai 12th 2012

    É bom saber que nossa profissão é bem reconhecida, e valorizada, afinal SEGURANÇA NO TRABALHO garante qualidade de vida!

  44. Olá Monique,
    que bom que lhe está sendo útil.
    Um abraço,

  45. Saulo Vieira Lopes mai 25th 2012

    Oi, sou tec. seg. do trabalho e gostaria de saber se voces sabem de alguma programação para curso de investigação de acidente do trabalho, estou interessado em participar desse curso.

  46. JUSCELINO PASCOAL mai 30th 2012

    Sou técnico em segurança do trabalho recem formado, e achei de grande importância estas informações a respeito da investigação de acidentes.
    Parabéns sucesso.

  47. O ASSUNTO E ÓTIMO ADOREI MUITAS DICAS SOBRE INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTES .

  48. Francisco Jocivaldo jun 4th 2012

    Gostei muito desta página, pois me ajudou muito em conhecer algo mais sobre o assunto investigação de acidentes . Todos vocês estão de parabéns! Obrigado.

  49. Francisco Jocivaldo jun 4th 2012

    Sou técnico em segurança e tenho ainda pouca experiencia, um motivo a mais para ter essa comunicaçaõ com vocês e atrvés da pesquisa ficar aos poucos se atualizando.Obrigado,Bom-dia.

  50. Cleiton Felix jun 4th 2012

    Gostei muito do conteúdo desse material, com certeza vai ajudar muitos profissionais.
    Quero saber se a empresa ministra alguns cursos como de investigação de acidente, espaços confinados e outros.

    Aguardo retorno.

  51. Prezado Sr. Cleiton! Não trabalhamos com cursos.
    O NRFACIL é o primeiro e mais completo sistema para leitura digital das NRs, em site, software e blog.
    Algumas vantagens ao adquirir o pacote:
    Com o NRFACIL você tem acesso ao primeiro recurso de leitura digital das NRs em um site, não precisando desta forma mais de livros;
    No software você tem todas as NRs no seu computador, no formato digital, com um sistema de atualização automática; As atualizações são feitas conforme a o Diário Oficial da União (DOU). Para isso, não há nenhum acréscimo adicional, é como atualizar o seu anti vírus, rápido e sem despesa extra;
    No Blog, você tem uma revista semanal sobre assuntos em Segurança e Medicina do Trabalho, principalmente com traduções de artigos de revistas internacionais.
    Pode nos acompanhar pelo Facebook e Twitter. Lá encontrará comentários de pessoas da área.
    Ele permite calcular infrações, dimensionar SESMT e CIPA.
    Acesse http://www.nrfacil.com.br
    Atenciosamente,
    Ana Gabriela F. Oliveira
    Coordenação Técnica – NRFACIL

  52. Prezado Sr. Jocivaldo. Como o Senhor é técnico em segurança, não pode ficar sem adquirir o NRFACIL.
    O NRFACIL e O Primeiro e Mais Completo Sistema parágrafo Leitura digitais das NRs, in site, blog e software.
    ALGUMAS Vantagens AO adquirir o Pacote:
    Com o NRFACIL Voce tem Acesso AO Primeiro recurso de Leitura digitais das NRs in hum do site, nao precisando DESTA proforma Livros MAiS de;
    Nenhum software Voce tem TODAS como NRs não Computador Seu, não digital, Formato, com hum Sistema de ATUALIZAÇÃO automatica; Como ATUALIZAÇÕES São feitas Conforme AO Diário Oficial da União (DOU). Pará ISSO, nao HÁ softwares antigos acréscimo Adicional, e Como atualizar o Seu anti vírus, Rápido e SEM despesa extra;
    No Blog, Voce tem UMA revista semanal Sobre ASSUNTOS in Segurança e Medicina do Trabalho, principalmente com Traduções de Artigos de Revistas Internacionais.
    PoDE nsa acompanhar Pelo Facebook e Twitter. . La encontrará Comentarios de PESSOAS dA área
    ELE permite calcular e dimensionar infrações SESMT e CIPA.
    Acesse http://www.nrfacil.com.br
    Atenciosamente,
    Ana Gabriela F. Oliveira
    Coordenação Técnica – NRFACIL

  53. edson soares jun 27th 2012

    muito bom valeu apena.

  54. Wagner jul 2nd 2012

    Sou TST e usuário do Sistema NR Fácil.
    Devido a constante atualização das Normas precisamos de um programa que nos deixe atualizado, que seja de consulta e pesquisa simples e por fim que seja barato. Difícil? Não. NR Fácil!
    Obrigado a toda Equipe por solucionar minhas dúvidas e principalmente pela agilidade e profissionalismo.
    Att
    Wagner

  55. Danillo Wilke - Tec. em Seg. do Trabalho jul 2nd 2012

    Muito bom !

  56. Antonio Barreto jul 2nd 2012

    Muuito bom!

  57. Olá Wagner,
    obrigada pelo elogio. Suas palavras nos trazem mais energia para continuarmos trabalhando com eficiência e consequentemente correspondendo às expectativas dos nossos usuários.
    Um abraço,
    Ana Gabriela F. Oliveira (Coordenação Técnica – NRFACIL)

  58. francisco filho jul 10th 2012

    Quero saber uma maneira explicativa de preencher o relatorio de investigaçao e analise de acidente.
    Aguardo resposta; desde ja agradeço….

  59. itamar jul 12th 2012

    esse tema e de muita valia para nós Técnicos em segurança do trabalho, o tema foi bem distribudo dando vizõe diferentes e adequadas para o nosso dia-dia.
    as vezes falta uma fiscalização por parate do MTE.

  60. Evaldo set 7th 2012

    Sou TST recém formado, apesar de não estar exercendo a função gostei muito da matéria. Onde poderá me ajudar bastante.

  61. Maisa set 8th 2012

    Aprendi muito! Estou cursando Tecnologia em Segurança do Trabalho, este estudo me foi de grande valia. Obrigada!

  62. Muito completa essa matéria.
    Fiquei encantado com a riqueza de detalhes técnicos do material.

    Abraços e parabéns a equipe.

  63. Ális Reis fev 14th 2013

    Eu faço minha as palavras de Maisa.

  64. Carlos set 3rd 2013

    Olá pessoal, gostaria de saber se a empresa pode descontar os epi’s em excedência fornecido ao trabalhador?
    Grato.

  65. ADRIANO nov 13th 2013

    PARABÉNS PELO MATERIAL AQUI EXPOSTO,
    FOI UMA VERDADEIRA AULA DE COMO FAZER UMA INVESTIGAÇÃO DE ACIDENTE!

  66. Gostei muito do artigo, muito abrangente, um curso completo para investigação de acidentes. São iniciativas como esta que faz da internet um lugar fantástico para se buscar informação.

    Parabéns e muito sucesso!


Deixe uma resposta


sete + = 11