AS NRs INTELIGENTES

Normas Regulamentadoras em Segurança e Medicina do Trabalho

Efetuar login

Busca

Buscar

NRs

Acessar Fast NRs.

Revista NRFACIL

 
CLIPS
A NOVA NR-37

 

 

Norma Regulamentadora dos Frigoríficos deve contemplar três questões fundamentais para enfrentar a epidemia de lesões e mutilações que vem abatendo, literalmente, os trabalhadores nas indústrias da alimentação: a redução da intensidade do ritmo e das longas e extenuantes jornadas, além de mudanças ergonômicas nos ambientes de trabalho

 

 

As NRs 35 (Gestão), 36 (Trab em Altura) e 37 (Frigoríficos) foram publicadas pelo Ministério do Trabalho sob formas diversas.

A NR-35 sobre Gestão em SST ainda é uma proposta e encontra-se em estudo, tendo suscitado um debate sobre a sua viabilidade e operacionalidade. Veja o artigo sobre o assunto na Revista NRFACIL logo que o assunto entrou em pauta.

O texto da nova NR-36 sobre Trabalho em Altura foi publicada no blog e no site e há um artigo reunindo as diversas opiniões e sugestões dos usuários e leitores sobre essa nova regulamentação. É possível acessar o texto completo ou de forma sequencial no remissivo do site. Envie suas sugestões para publicação e posterior envio ao Ministério do Trabalho.

A NR-37 (Frigoríficos) foi publicada em 17/08/2011 e já se encontra no formato digital para acesso no site.  

O texto das NRs para consulta pública no formato digital facilita a consulta e estudo dessa nova regulamentação de forma rápida e relacional.

A NOVA NR-37:

A multiplicação das Lesões por Esforço Repetitivo e Distúrbios Osteo-musculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT) no segmento dos frigoríficos constitui o principal motivo para a publicação de uma nova NR.

Para se tornarem competitivas internacionalmente, e exportarem quatro milhões de toneladas de carne e derivados, as empresas estão provocando enfermidades em larga escala devido à altíssima repetitividade e freqüência dos movimentos ao longo da jornada. Assim é que após 1995 começou a aparecer o adoecimento em larga escala de punhos, braços, cotovelos e ombros. Sem descanso, pelo ritmo intenso a que estão sendo submetidas, as articulações são danificadas.

Não é por outra razão que o texto da nova NR-37 vem praticamente com um longo texto relacionado à Ergonomia.

Segundo um Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Alimentação, o trabalho nos frigoríficos avícolas contém praticamente tudo o que os compêndios médicos colocam como caldo de cultura para o aparecimento das LER/DORT: repetitividade, força, postura inadequada, frio, umidade, pressão, atrito, problemas no mobiliário.

No Trabalho de abate e processamento de carne e derivados observam-se jornadas diárias de mais de oito horas, movimentos repetitivos, variações bruscas de temperatura, baixa remuneração, ritmo acelerado, falta de equipamentos de proteção individual (EPI) e riscos de acidentes de trabalho.

O Projeto NRFACIL estará publicando em breve mais artigos e comentários sobre o texto da NR-37 posta para discussão em consulta pública, incluindo estudos no formato digital.

Jean Carlos, TST, Consultor NRFACIL.

TRABALHO TRANSICIONAL
retornando ao trabalho
após um acidente

CHECK LIST DE
segurança para mãos

PROTEÇÃO AUDITIVA
um desafio

SEGURANÇA DOS OLHOS

 

Artigos mais recentes

Selos de Qualidade

CSS válido!

© 2006 - 2014 NRFACIL - Todos os direitos reservados.